Make your own free website on Tripod.com
Terra-Média RPG
Personagens

Personagens dos livros

Frodo Bolseiro Hobbit do Condado, ficou órfão jovem quando seus pais se afogaram no rio Brandevin, e acabou sendo adotado por seu primo de segundo e terceiro grau Bilbo Bolseiro.
Quando Bilbo foi embora do Condado, deixou como herança a Frodo o anel que havia adquirido nas suas antigas aventuras e que podia dar invisibilidade ao seu portador. Frodo vive uma vida tranqüila até que depois da partida de Bilbo, o mago Gandalf descobre que o anel herdado de Bilbo era na verdade o Um Anel do Senhor do Escuro Sauron, e que tinha o poder de trazer as trevas à toda a Terra-Média. Aconselhado por Gandalf, e acompanhado por seus melhores amigos, Frodo parte para destruir o Anel no que seria a maior aventura da vida de todos eles.

Gandalf, o Cinzento Um dos 5 Istari que chegaram na Terra-Média, Gandalf, também é conhecido como Olórin e Mithrandir. Foi ele quem indicou Bilbo para participar da aventura narrada em o Hobbit e que descobriu a verdadeira natureza do anel de Bilbo, aconselhando e guiando os caminhos de Frodo. Após morrer perante o Balrog de Moria e renascer, deixou de ser Gandalf, o Cinzento e passou a ser Gandalf, o Branco. Ganhou de Círdan, o armador, um dos Três Anéis élficos.

Bilbo Bolseiro Hobbit do Condado, vivia tranqüilamente até que um dia o mago Gandalf apareceu na porta de sua toca, e acompanhado de 13 anões convenceu Bilbo a partir para uma aventura. Nessa aventura, Bilbo encontrou uma criatura conhecida como Gollum e nesse episódio se apoderou do anel que a criatura possuía. O anel, que podia o tornar invisível, o ajudou a livrar junto dos anões e dos homens de Esgaroth, a região de Valle e Erebor do terrível dragão Smaug. Ele também esteve presente, mesmo que inativo, da Batalha dos 5 Exércitos, quando os orcs e os wargs foram expulsos daquela mesma região. No seu aniversário de 111 anos, partiu do Condado e deixou todos os seus bens, inclusive o anel, para Frodo. Viveu o resto de sua vida em Valfenda até partir com os outros Portadores para as Terras Imortais.

Aragorn Dúnadan descendente dos Antigos Reis de Númenor, Aragorn viveu até os 20 anos de idade aos cuidados de Elrond em Valfenda sob o nome de Estel, até que Elrond lhe contou sua verdadeira história lhe dando o Anel de Barahir e os fragmentos de Narsil, a espada de Elendil. Lutando contra as forças de Sauron adquiriu habilidade resistência. Por muito tempo protegeu Eriador sob a forma de um Guardião apelidado Passolargo, e sabendo do fardo do Anel, guiou Frodo e Cia. De Bri até Valfenda a pedido de Gandalf. Após o Conselho de Elrond, seguiu com a Comitiva sendo o líder dela após a Queda de Gandalf. Lidera os fantasmas a partir do Pelargir e após a Batalha nos Campos do Pelennor se declara diante do Portão Negro. Após a Guerra do Anel se torna Rei e casa com Arwen.

Samwise Gamgi Jardineiro de Bolsão, a toca de Bilbo e Frodo, Sam era o maior e mais fiel amigo de Frodo. Foi designado por Gandalf a partir junto de Frodo e cumpriu com empenho e lealdade essa missão. No Conselho de Elrond foi escolhido membro da Sociedade e foi de todos, o único a permanecer toda a jornada ao lado de Frodo. No fim da jornada se casa com Rosinha Villa até que, após a morte dela, parte para Aman.

Peregrin Tûk Primo e amigo de Frodo, Pippin se caracteriza por ser atrapalhado e infantil, mas sempre leal e corajoso. Partiu com Frodo para Valfenda e lá, a pedido de Gandalf, foi incluído na comitiva, mesmo com a discordância de Elrond. Em Gondor jurou lealdade a Denethor, consagrando-se como uma figura de respeito na história da Terra-Média.

Meriadoc Brandebuque Primo e amigo de Frodo e Pippin, a personalidade de Merry se assemelha muito com a de Pippin. Também foi acrescentado a comitiva graças a Gandalf. Em Rohan, jurou lealdade a Théoden, e nas batalhas do Pelennor realizou seu maior feito, quando ao lado de Éowyn derrotou o Rei dos Bruxos.

Legolas Filho de Thranduil, o Rei dos Elfos da Floresta das Trevas, Legolas caracteriza pela despreza e habilidade. Foi a Valfenda comunicar a fuga de Gollum e acabou incluídona Sociedade do Anel.

Gimli Anão filho de Glóin, antigo companheiro de aventuras de Bilbo, Gimli foi escolhido para representar sua raça na comitiva e simbolizou com a sua amizade com Legolas, a paz entre Elfos e Anões. No fim, partiu para Aman com Legolas.

Boromir Filho do Regente de Gondor, Boromir vai a Valfenda pedir auxílio a Minas Tirith, que resiste bravamente aos ataques de Mordor. Se une a comitiva, mas a tentação pelo anel o leva a ruína. Ele tenta tomar o Anel de Frodo, que foge, e quando se arrepende, é morto em um ataque dos orcs de Saruman.

Sauron Senhor do Escuro, na Primeira Era serviu Morgoth, o primeiro Senhor do Escuro. Seduziu os elfos de Eregion que forjaram os Anéis do Poder, com exceção do UM, que foi forjado pelo próprio Sauron no fogo das Fendas da Perdição em Mordor. Na Segunda Era, foi levado preso para Númenor, mas lá enganou o Rei Ar-Pharazôn que declarou guerra aos Valar provocando a destruição de Númenor. No fim dessa Era, lutou contra a Última Aliança, formada pelos Elfos liderados por Gil-Galad e pelos Homens liderados por Elendil e seus filhos Anárion e Isildur. Matou Elendil e Gil-Galad, mas, com os restos de Narsil teve o dedo que levava o Anel cortado por Isildur e foi derrotado encerrando a Segunda Era. Na Terceira Era , retornou a Terra-Média como o feiticeiro Necromante, tendo como base a fortaleza de Dol Gudur, ao sul da Floresta Verde, depois conhecida como Floresta das Trevas. Depois de ser expulso de Dol Gudur pelo Conselho Branco, se reestabelece em Mordor em sua antiga fortaleza, a terrível torre de Barad-Dûr e descobre que o Anel foi achado. Quando o Um Anel cai nas Fendas da Perdição, ele é destruído.

Saruman Mais um dos Istari, Saruman foi líder do Conselho Branco e ajudou na expulsão de Sauron de Dol Gudur. Porém, ao se utilizar de um Palantír, fopi corrompido por Sauron e pelo desejo do Anel, transformando sua torre Orthanc em Isengard, na sua base de apoio a Mordor. Foi cercado pelos Ents e ficou preso, até que foi solto por misericórdia. Paritu para o Condado onde usou Lotho Bolseiro como instrumento, mas foi morto por Gríma.

Sméagol/Gollum Sméagol era um hobbit da região próxima ao Rio Anduin. Um dia, após um pescria, seu primo Déagol acha um anel no Rio, mas é morto por Sméagol que deseja o anel. Ele passa a ser conhecido pelo nome de Gollum e vai viver na escuridão se abrigando no fundo das Montanhas Sombrias, até que, depois de alguns séculos se alimentando de peixes e filhotes de orcs, ele encontra um hobbit em sua caverna. Esse hobbit é Bilbo, que acaba fugindo com o anel. Gollum parte através da Terra-Média a procura do Condado, mas acaba em Mordor, onde é torturado e revela tudo o que sabe: o nome Bolseiro e a localização, o Condado. Seguiu a Comitiva e nas Emin Muil se ofereceu pra guiar Frodo e Sam. Porém, ele os trai e em Cirith Ungol os põe no caminho de Laracna. Quando Frodo chega no Orodruin, Gollum e ele lutam pelo Anel e |Gollum consegue toma-lo ao arracar o dedo de Frodo com uma mordida, mas ele cai nas Fendas da Perdição e acaba assim destruindo o Anel.

Espectros do Anel/ Nazgûl /Cavaleiros Negros Portadores dos Nove anéis dos Homens, os Nazgûl são os maiores servidores de Sauron. Eles perseguem Frodo até o Bruinen, mas são derrotado9s por um tempo pelas águas que Elrond e Gandalf movem. O líder deles é derrotado definitivamente na Batalha dos Campos de Pelennor por Éowyn de Rohan e Merry. O restante morre no momento em que o Anel é destruído.

Elrond Meio- Elfo, foi arauto de Gil-Galad na Última Aliaça. Durante a Terceira Era, criou o refúgio de Imladris, em Valfenda, para ser uma colônia de elfos e povos que precisam de descanso e aconselhamentos. Sábio, é ele quem preside o Conselho que define a Sociedade do Anel. Portava um dos Três Anéis élficos.

Arwen Undómiel Filha de Elrond e neta por parte de mãe de Galadriel, Arwen se apaixona por Aragorn, mas pelo amor dele tem que escolher renegar a imortalidade. Elrond condiciona a mão da filha em troca de Aragorn tomar o trono que lhe pertence, sendo assim Arwen a grande motivação de Aragorn.

Galadriel Rainha dos Elfos de Lothlórien, Galadriel é uma elfa do povo dos Noldor. Com sua grande sabedoria, acolhe os membros da Comitiva, lhe dando presentes e conselhos. Em seu espelho d´agua mágico, ela mostra a Frodo e Sam parte dos desafios que eles vão enfrentar. Era portadora de um dos Três Anéis élficos.

Celeborn Rei de Lothlórien e marido de Galadriel.

Théoden Rei de Rohan, a Terra dos Cavaleiros, Théoden era um velho sem esperança e armargurado devido as mentiras e palavras desencorajadoras de seu conselheiro Gríma. Gandalf o curou dessas mentiras e Théoden liderou os rohirrin na Batalha do Abismo do Helm contra Saruman e nos Campos do Pelennor contra Sauron, onde foi morto pelo Senhor dos Nazgûl.

Éomer Sobrinho e herdeiro de Théoden, ajudou Aragorn, Gimli e Legolas na procura por Merry e Pippin os emprestando cavalos. Após a morte de Théoden se tornou Rei de Rohan.

Éowyn Sobrinha de Théoden e irmã de Éomer, Éowyn tinha o espírito de guerreira em um corpo de dama. Para combater a Escuridão, ela se disfarçou de homem e partiu para Pelennor levando consigo Merry. Durante o ataque do Senhor dos Nazgûl, apenas ela e Merry permaneceram lutando junto a Théoden e foi ela quem desferiu o golpe final contra o Espectro. Nas Casas de Cura de Minas Tirith, ela, que era apaixonada por Aragorn acabou tendo seu coração conquistado por Faramir e casou com ele após a Guerra do Anel.

Faramir Irmão mais novo de Boromir, sofria com a predileção do pai deles pelo irmão mais velho. Lutou nas fronteiras de Mordor e acabou sendo ferido no vale do Anduin por um Nazgûl. Nas Casas de Cura conheceu e se apaixonou por Éowyn, com quem casou.

Denethor Regente de Gondor e pai de Boromir e Faramir. Preferia seu primogênito, e culpou injustamente Faramir pela morte dele. Quando se arrependeu já era tarde, pois olhando por um Palantír viu Sauron e seu exército, e acabou tomado pela loucura, culminando com seu suicídio em uma pira ardente.

Gríma Língua-de-Cobra Conselheiro de Théoden, era na verdade um traidor comandado por Saruman. Após Gandalf curar Théoden, Gríma foi preso junto de Saruman em Orthanc, e permaneceu como seu infeliz servo até na tomada do Condado, que terminou com seu ato desesperado de matar Saruman. Acabou morto pelas flechas dos hobbits.

Barbárvore Ent de Fangorn. Pertence a uma raça misteriosa, semelhante a árvores, Barbárvore resgata Merry e Pippin da Floresta de Fangorn e comanda o Entebate, onde os Ents resolvem atacar Isengard.

Tronquesperto Outro Ent, também passou um tempo com Merry e Pippin.

Tom Bombadil Homenzinho alegre, Senhor da Floresta Velha. Salvou os 4 hobbits do Velho Salgueiro-Homem e das Criaturas Tumulares. Sem dúvida a criatura mais misteriosa do universo de Tolkien.

Fruta D´Ouro Mulher de Tom Bombadil, tão misteriosa quanto ele.

Lobélia Sacola-Bolseiro Parente de Bilbo, Lobélia seria a herdeira dele se Frodo não estivesse no testamento. Uma megera, sonha ser dona de Bolsão, sonho que se realiza quando Frodo vende a toca antes de partir.

Otto Sacola- Bolseiro Marido de Lobélia, não viveu pra realizar o sonho de morar em Bolsão.

Lotho Sacola-Bolseiro Filho de Otto e Lobélia, foi enganado por Saruman, a quem cedeu Bolsão para liderar o Condado. Foi morto por Gríma.

Ted Ruivão Hobbit do Condado, auxiliou Lotho nas armações de Saruman.

Cevado Carrapicho Dono do Pônei Saltitante, estalagem em Bri, acolheu os 4 hobbits e deu a Frodo um bilhete de Gandalf explicando que Passolargo era na verdade Aragorn.

Nob e Bob Empregados do Pônei Saltitante.

Ghân-Buri-Ghân Líder de uma raça de homens selvagens que auxiliam Théoden no caminho até Minas Tirith.

Fredegard Bolger Amigo dos 4 hobbits, Fatty foi o único do grupo a não partir.

Fazendeiro Magotte Dono de uma fazenda próxima ao Brandevin, ajuda Frodo, Pippin e Sam a se esconderem dos Cavaleiros Negros.

Elendil Rei de Gondor durante a Última Aliança, foi morto por Sauron.

Isildur Filho de Elendil, usou os destroços de Narsil, a espada do pai para decepar o dedo de Sauron. Foi morto por orcs nos Campos de Lis.

Gil-Galad Rei dos Elfos durante a Última Aliança, foi morto por Sauron.

Gildor Inglorion Elfo síndar, encontrou-se com Frodo, Sam e Pippin durante a viagem deles.

Haldir Elfo de Lothlórien, guiou a Comitiva até Caras Galadhon.

Imharil Príncipe de Dol Amroth, vai ao auxílio de Gondor na Guerra do Anel.

Forlong Rei de Lossarnach, vai ao auxílio de Minas Tirith.

Beregond Sentinela de Minas Tirith, fica amigo de Pippin e evita que Denethor louco mate Faramir.

Bergil Filho de Beregond.

Melkor/Morgoth -Melkor é o Senhor da Escuridão. Melkor, em Quenya, significa "Aquele que Aparece em Poder". No início Melkor foi o maior dos Valar. Ele dividia poder com Manwë, mas se divertia com a preferência que Eru dava a seu irmão. Manwë, entretanto, era mais próximo dos pensamentos de Eru, enquanto que Melkor não conseguia trabalhar no esquema prescrito pelo Único. Quando os Valar fizeram a Grande Música, Melkor criou discórdia. Melkor desejava ser onipotente e criar de acordo com seus próprios desejos, e não de acordo com a visão de Eru. Como Aulë, Melkor amava fazer comisas e deleitava-se com a adoração que recebia por suas obras. Mas ele foi mais longe que Aulë e, depois de entrar em Eä, ele abertamente se rebelou. abandonando seu compromisso com Eru, Melkor se tornou o Vala caído e seu nome não é falado pelos Valar. Ele é conhecido como Morgoth, "o Inimigo Escuro"

Manwë - Manwë é o Rei dos Valar e o Mestre do Ar. Ele é mais próximo de Eru do que qualquer outro espírito. Apenas Morgoth e sua esposa Varda rivalizam seu poder Nenhum Ser está acima dele no panteão da vida. Manwë e Varda dividem um duradouro amor que não conhece limites, e que sobreviveu aos ciúmes de Morgoth. Seus laços concendem um ao outro poderes adicionais, e juntos são muito mais poderosos que a soma de seus talentos separados. Quando Manwë senta junto a Varda em Ilmarin, ele vê tudo em Arda que esteja sobre a superfície da terra ou água simplesmente dividindo as nuvens. Como Súlimo, o "Que Respira", Manwë é o mestre dos céus e controla o ar e o clima de Arda. Sua respiração governa os ventos, sua visão clareia as sombras, e sua fúria gera as tempestades que castigam a terra. Com Varda, ele determina o curso da luz que cruza os céus. Como Rei de Valinor Manwë serve como líder final do Concílio dos Valar e preside sobre todas as deliberações no Círculo do Destino. Ele é o líder, conselheiro, professor e administrador de seu povo, e, junto com sua esposa Varda, é o patrono dos Vanyar que vivem nos pés da montanha, entre seus Salões e a bela cidade de Valimar. As falhas de julgamento de Manwë se devem à sua inabalável crença nos pensamentos de Eru. Como resultado de sua proximidade com o Único, o Rei dos Valar não compreende o perigo inerente ao Inimigo Escuro, nem compreende a gravidade das maquinações de Sauron. Varda, entretanto, age como sua conselheira em muitos assuntos, assim como Ulmo; e ao final a custódia de Manwë deu frutos. A fana de Manwë é a de um sábio, barbado, com cabelos brancos, um lorde com pele clara e olhos azul-céu. Vestido em azul, ele parece em cada pedaço ser o Rei. O brilho puro das estrelas brilhava no fundo de seus olhos, dando um olhar brilhante.

Ulmo - Ulmo é o Senhor das Águas. Ele é solitário. Ele não se fixa em parte alguma por muito tempo, mas se move como quer sobre, ou sob, a Terra. Ulmo é o mais próximo em poder a Manwë, e antes de Valinor ser criada ele era o mais próximo a Manwë em amizade; mas após, ele raramente aparace nos conselhos dos Valar. Quando Ulmo reveste-se de um corpo, o que raramente faz, ele é terrível, como uma onda enorme que caminha para a terra, com um elmo escuro como uma crista de onda e armadura de prata e tons profundos de verde. A voz de Ulmo é profunda como as profundezas do oceano que apenas ele viu. Ulmo ama tanto Elfos e Homens, e nunca os abandonou, nem mesmo quenado estavam sob a fúria dos Valar. Ele fala para aqueles que estão na Terra-média com vozes que são ouvidas apenas como a música de água. Todos os oceanos, lagos, rios, fontes e nascentes estão sob seu governo. As novidades chegam a Ulmo, mesmo nas profundezas, as quais de outra forma de Manwë.

Aulë - Aulë é o Senhor da Terra. Ele é o mestre dos trabalhos manuais e coisas materias, e é chamado "o Ferreiro" e o Fazedor de Montanhas, porque Aulë fez mais do que qualquer outro Valar ao dar forma a Arda. Ele fez as Lâmpadas dos Valar, e forjou as embarcações que contém o Sol e a Lua. Pelos anões ele é conhecido como Mahal, ignificando "o Criador", pois foi ele quem concebeu e moldou a raça a partir da terra e da pedra. Ele também ensinou os Noldor sobre a confecção de gemas e como trabalhar a pedra. As mansões de Aulë são encontradas no centro de Valinor. Sua esposa é Yavanna a Frutificadora. Aulë é o mais próximo de Morgoth em mente e natureza, mas Aulë permanece leal ao Equilíbrio das Coisas e ele não é nada a não ser bom, oposto a Morgoth que é maligno.

Yavanna - Yavanna é a Senhora da Terra e Protetora das Plantas. A segunda das Rainha dos Valar, yavanna é a esposa do Ferreiro Aulë. Ela é a Rainha da Terra, a encarnação do espírito que faz as coisas vivas crescerem e florescerem. Seus trabalhos deram à Terra todas as suas plantas, incluindo as Duas Árvores de Valinor. Yavanna é a guardiã de todos os Olvar (coisas que crescem mas não se movem). Pois, ela plantou as primeira semenste, e sua benção deu-lhes a vida. Todos os povos que confiam na colheita rezam por sua benção. Sua purificação assegura abundância, pois ela é a Terra-mãe. Os jardins pessoais de Yavanna são os mais famosos de todos. Lá, ela mantém seus amigos Olvar e mantém seu coração na pulsação da liva da Terra. A fana de Yavanna é uma bela figura coberta de uma vestimenta tica de verde profundo, e sua aura brilha como uma fruta nova ao sol do meio-dia. Ocasionalmente, ela favorece uma grande árvore que cresce até o Céu.

Nienna - Nienna é a Senhora da Consciência. Ela é a irmã mais nova de Námo e mais velha de Irmo. Uma Vala solitária, ela mora no ponto mais a oeste de Aman. Lá, seu torre solitária se ele dos penhascos absolutamente cinzas atingidos pelas águas do Mar Circundante. Nienna é a Sofredora, e incorpora o sofrimento. É a antítese de Nessa, e não celebra; ao contrário, ela sofre a tristeza de Eä. Seus ombros suportam p sofrimento criado pelos erros de todos os outros espíritos, pois ela assume suas tristezas. Tendo piedade do mais rebelde dos espíritos, Nienna sofre em benefício de outros. Ela representa a consciência de Ëa. Sem ela a dor da jornada através da vida sem dúvida iria sobrepujar as Crianças de Eru. O fana de Niena ilustra sua função: pálida, com olhos vermelhos, com uma face avermelhada marcada por lágrimas sem fim, ela caminha lentamente. Existe força em seus olhos úmidos, entretanto, pois ele é forte o suficiente para ter piedade e perdoar virtualmente qualquer transgressão pela qual um arrependimento for oferecido.

Oromë - Oromë é o Mestre do que é Selvagem. Ele é o Caçador dos Valar. Um inigualável mensageiro e seguidor de trilhar, ele é o maior ranger que já pôs os pés em Arda. Seus talentos nas terras selvagems são legendários. Como Araw, ele é o patrono de muitos Elfos e, como Béma ele é reverenciados pelos Homens. Ele é o mais conhecido Valar na Terra-média. Sua extensas viagens com seu cavalo branco Nahar deram-lhe conhecimento de virtualmente cada região da Terra-média, e mesmo deixaram um legado de familiaridade para povos que nunca o viram. Oromë é o irmão mais velho de Nessa e marido de Vaná. Ele divide sua paixão pela vida, e seu carinho pelas coisas vivas; mas acima de tudo, ele ama as imensidões selvagens. Florestas sào seu domínio favorito. Ao contrário de sua irmã, Oromë se enraivece facilmente. Seu temperamente é quente e sua ira é formidável, embora não seja tão forte quanto Tulkas, ele pode ser um inimigo mais mortal. O entusiasmo pode levar o Caçador a perseguir seu inimigo até o final do Mundo. Nos Dias Antigos, Oromë caçou os monstros que saíram dos criadouros de Morgoth. Nenhum desafio é muito grande, e ele cavalgou por todo o lugar para limpar as terras do Mal. Então, quando florestas cobriam vastas paragens da Terra-média, e Oromë parecia em casa entre as bestas da mata. Ele continuou suas caçadas solitárias após a destruição das Duas Lâmpadas, mesmo quando os animais entraram em hibernação. Sempre o guardião das florestas, oromë freqüentemente era o único a lutar contra as criações de Morgoth. Oromë foi o primeiro Vala a encontrar os recém-nascidos Elfos quando estes acordaram no Cuiviénen. Lá, nos rincões lestes das Florestas Selvagens da Terra-média ele cautelosamente se aproximou dos Primogênitos dos Filhos de Eru. Mais tarde ele levou os Senhor Eldar Ingwë, Finwë e Olwë para Valinor e, após o retorno destes para a Terra-média, ele dirigiu seus povos na Grande Jornada para o Oeste. Estes atos, junto a sua luta em nome dos Quendi na Batalha dos poderes, para sempreligaram-no aos Elfos. A fana de Oromë é bela e forte de constituição. Com cabelos prateados e vestido numa capa branca, ele se parece com um furacão pálido quando cavalga através da vastidões selvagens banhadas pelas luz da lua.

Site feito por Dheano